Redes Sociais

  • Preto Ícone Instagram
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube

Olimpíada Alagoana de Matemática (OAM)

Campus A. C. Simões

Av. Lourival Melo Mota, s/n
Tabuleiro dos Martins
CEP: 57072-900
Maceió - AL

Apoio

© 2019 OAM

Olimpíada Alagoana de Matemática 

REGULAMENTO  

 

 

1. Da Realização: 

A Olimpíada Alagoana de Matemática (OAM) é uma realização do Instituto de Matemática (IM-UFAL), com apoio da Universidade Federal de Alagoas.  

 

2. Da Abrangência: 

 

A OAM é dirigida aos alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e aos alunos do Ensino Médio, de Escolas Públicas municipais, estaduais e federais, e Escolas Privadas, bem como aos respectivos professores, escolas e secretarias de educação. 

 

 

3. Dos Objetivos: 

3.1. Estimular e promover o estudo da Matemática no estado de Alagoas.  

3.2 Contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica, possibilitando que o maior número de alunos alagoanos possam ter acesso a conhecimento.

  

3.3. Promover a difusão da cultura matemática. 

 

3.4. Identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso em universidades nas áreas científicas e tecnológicas. 

3.5. Incentivar o aperfeiçoamento dos professores das escolas, contribuindo para a sua valorização profissional. 

3.6. Contribuir para a integração das escolas do estado de alagoas com a universidade, com os institutos de pesquisa e com as sociedades científicas. 

3.7. Promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento.  

 
 

4. Das Etapas de Provas: 

 

4.1. A OAM realiza-se em 2 (duas) etapas:  

4.2. Primeira Fase: aplicação de prova objetiva (múltipla escolha) a todos os alunos inscritos pelas escolas.  

4.3. Segunda Fase: aplicação de prova discursiva aos alunos classificados na primeira fase. 

4.4. O calendário de provas nas duas fases será o mesmo para os três níveis.  

 
 

5. Dos Participantes: 

 

5.1. Os alunos participantes da OAM serão divididos em 4 (quatro) níveis, de acordo com o seu grau de escolaridade: 

I. Nível 1 – alunos matriculados no ano ocorrente no 6º ou 7º ano do Ensino Fundamental em escolas localizadas em Alagoas. 

II. Nível 2 – alunos matriculados no ano ocorrente no 8º ou 9º ano do Ensino Fundamental em escolas localizadas em Alagoas. 

III. Nível 3 – alunos matriculados no ano ocorrente em qualquer ano do Ensino Médio em escolas localizadas em Alagoas

IV. Nível U – alunos matriculados no ano ocorrente em qualquer Instituição de Ensino Superior localizada em Alagoas. 

5.2 Poderão participar das provas da OAM somente os alunos que, desde a inscrição até a data da realização das provas, estiverem regularmente matriculados nas escolas inscritas na OAM. 

5.3. Não poderão participar das provas os alunos que estavam matriculados quando da inscrição da escola, mas que dela se desligaram por qualquer motivo.  

 
 

6. Da Inscrição: 

 

6.1. A inscrição na Primeira Fase da OAM deverá ser feita pelas escolas, por meio do preenchimento da Ficha de Inscrição disponível exclusivamente na página da OBMEP. Participarão da OAM somente as escolas inscritas na OBMEP.  

6.2. A escola, ao inscrever-se na OAM, concorda integralmente com todas as condições e regras previstas no presente regulamento.  

6.3. Poderão inscrever-se as escolas municipais, estaduais, federais e privadas, que atuem nos segmentos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental ou do Ensino Médio, no estado de Alagoas.  

 

6.4. As Escolas Privadas conveniadas com a rede pública de ensino que tiverem composição mista (alunos da rede pública e privada) serão consideradas como privadas em todas as etapas do processo, inclusive para a premiação de seus alunos, devendo inscrever-se como tal.  

 

6.5. As escolas conveniadas que atuam exclusivamente com alunos da rede pública serão consideradas como públicas em todas as etapas do processo, inclusive para a premiação de seus alunos, devendo inscrever-se como tal.  

 

6.6. Somente serão aceitas inscrições efetuadas dentro da data-limite fixada no calendário da OBMEP, disponível no site www.obmep.org.br

6.7. Não serão aceitas inscrições enviadas por meio de mensagens eletrônicas, fax, telefone ou por meio postal.  

6.8. Não serão aceitas inscrições incompletas.  

6.9. A escola é responsável por informar corretamente todos os dados de endereço e contatos de telefone no ato da inscrição. O IM-UFAL não se responsabilizará pela não entrega do material de provas em caso de endereços errados ou incompletos.  

6.10. A escola deverá indicar no ato da inscrição, em campo apropriado para tal, a necessidade de provas especiais para seus alunos (em Braille/ledor ou ampliada). O IM-UFAL não se responsabilizará pela emissão de provas especiais não solicitadas na inscrição da escola.  

 
 

7. Das Provas da Primeira Fase: 

 

7.1. A Primeira Fase da OAM caracteriza-se pela aplicação de prova objetiva (questões de múltipla escolha), de caráter eliminatório, com 20 (vinte) questões totalizando 20 (vinte) pontos, diferenciada por cada nível (1, 2 e 3, conforme descritos no item 5.1 deste Regulamento).  

 

7.2. As questões propostas nas provas da Primeira Fase apresentam conteúdos previstos nos Parâmetros Curriculares Nacionais. 

 

7.3. As questões da prova objetiva serão do tipo múltipla escolha, com 5 (cinco) opções (A à E) e uma única resposta correta.  

7.4. As provas da Primeira Fase terão duração de 2h30min (duas horas e trinta minutos).  

 

7.5. Para os alunos com necessidades especiais que precisarem de auxílio para a realização da prova (em Braille ou ampliada), a duração será de 3h30min (três horas e trinta minutos). O apoio durante a aplicação da prova para estes alunos será de responsabilidade da própria escola.  

 

7.6. A prova de Primeira Fase não será reaplicada para alunos ausentes por quaisquer motivos que impediram sua participação na prova.  

 
 

8. Da Classificação para a Segunda Fase: 

 

8.1. Serão classificados para a Segunda Fase os alunos que obtiverem as maiores notas na prova da Primeira Fase, selecionados em ordem decrescente de nota, até que se preencha o total de vagas disponível para cada escola, em cada Nível. 

8.2. Não serão classificados alunos com nota 0 (zero), mesmo quando as vagas para a Segunda Fase em determinado Nível não forem inteiramente preenchidas.  

8.3. Não será permitido transferir vagas de um Nível para outro. 

 

8.4. As notas da Primeira Fase não serão consideradas para a classificação final, com vistas à premiação.  

 
 

9. Das Provas da Segunda Fase: 

 

9.1. A Segunda Fase da OAM se caracteriza pela aplicação de prova discursiva, de caráter classificatório, diferenciada por níveis (1, 2 e 3, conforme descritos no item 5.1 deste Regulamento).  

 

9.2. As provas da Segunda Fase da OAM 2017 terão duração de 3h (três horas) e serão aplicadas por fiscais selecionados pela equipe da OBMEP para esse fim. 

 

9.3. A duração da prova será de 4h (quatro horas) para os alunos com necessidades especiais, que precisarem de auxílio para a realização da prova (ledor/escrevedor/acompanhante). 

9.4. Os locais de realização das provas da Segunda Fase, designados centros de aplicação, serão divulgados na página da OBMEP, em tempo hábil. 

9.5. Os alunos selecionados para a Segunda Fase deverão comparecer ao local de prova munidos de documento de identificação original com foto, no dia e horário divulgado no Calendário da OBMEP. 

9.6. O IM-UFAL não se responsabiliza pelo transporte/deslocamento dos alunos participantes até o local de prova, bem como pelo seu retorno. 

9.7. Os alunos previamente indicados pelas escolas como sabatistas, que farão a prova em horário especial, após o pôr do sol, deverão comparecer aos locais de prova no mesmo horário dos demais alunos e aguardar em sala reservada para este fim até o pôr do sol, quando iniciarão a realização da prova. 

9.8. Não haverá reaplicação das provas de Segunda Fase em razão do não comparecimento dos alunos participantes por quaisquer motivos.  

9.9. Não cabem recursos em relação à correção das provas e classificação dos alunos. 

 
 

10. Das Instruções Gerais de Premiação 

 

10.1. Serão premiados alunos, professores e escolas pelos melhores desempenhos nesta edição. Essa premiação baseia-se exclusivamente no resultado das provas da Segunda Fase. 

 

10.2. Para a edição da OAM, a premiação dos alunos será para Escolas Públicas e as Escolas Privadas, juntamente. 

 

10.3. A divulgação das listas dos premiados será feita na página da OAM (www.olimpiadaalagoanadematematica.com).  

 

10.3.1. As notas dos participantes não serão divulgadas. 

 

10.3.2. As listas de premiados serão divulgadas por ordem de classificação, em cada grupo de participantes, de acordo com os critérios de premiação presentes neste Regulamento. 

 

10.4. A identificação das medalhas como sendo de ouro, prata e bronze representa apenas a cor do objeto e não sua composição. 

 

10.5. O IM-UFAL é a instituição responsável pela organização da Cerimônia Alagoana de Premiação para entrega das medalhas. O local e a data do evento serão divulgados oportunamente.  

 
 

11. Da Premiação dos alunos de Escolas Públicas e Privadas 

11.1. Serão concedidas aos alunos medalhas de ouro, medalhas de prata, medalhas de bronze, e até certificados de menção honrosa.  

11.2. Medalhas de Ouro: nos níveis 1, 2 e 3, serão concedidas medalhas de ouro aos alunos que obtiverem as maiores notas na prova da Segunda Fase de cada um destes níveis.  

11.3. Medalhas de Prata: excluídos os alunos premiados com medalhas de ouro, em cada nível (1, 2 e 3), serão concedidas medalhas de prata aos alunos que obtiverem as maiores notas na prova da Segunda Fase. 

11.4. Medalhas de Bronze: excluídos os medalhistas de ouro e prata, em cada nível (1, 2 e 3), serão concedidas medalhas de bronze aos alunos que obtiverem as maiores notas na prova da Segunda Fase. 

11.5 Certificados de Menção Honrosa: excluídos os medalhistas de ouro, prata e bronze, serão concedidos um número específico de certificados de Menção Honrosa aos alunos que obtiverem as maiores notas na Segunda Fase em cada nível. 

11.6 Os medalhistas de ouro em cada nível e os demais (a depender da pontuação) serão convidados a participar da fase final da OBM, de acordo com a disponibilidade de vagas e regulamento da OBM.  

 
 

12. Da Premiação dos Professores (de Escolas Públicas e Privadas) 

 

12.1. A premiação dos professores está vinculada à premiação dos alunos. O professor de Matemática de alunos inscritos na Segunda Fase receberá pontos de acordo com os seguintes critérios:  

a) 10 (dez) pontos para cada aluno premiado com medalha de ouro;  

b) 8 (oito) pontos para cada aluno premiado com medalha de prata;  

c) 6 (seis) pontos para cada aluno premiado com medalha de bronze;  

d) 3 (três) pontos para cada aluno premiado com menção honrosa;  

12.2. Só participam da premiação professores vinculados a, pelo menos, 2 (dois) alunos classificados desde que, pelo menos, um deles tenha sido premiado.  

12.3. Prêmio: 

• Um diploma de homenagem e um troféu.  


 

13. Da Premiação das Escolas Participantes 

 

13.1. Serão premiadas escolas participantes, a partir do desempenho de seus alunos.  

13.2. A premiação da escola está vinculada à pontuação de seus alunos, sendo calculada segundo os seguintes critérios:  

a) 10 (dez) pontos para cada aluno premiado com medalha de ouro;  

b) 8 (oito) pontos para cada aluno premiado com medalha de prata;  

c) 6 (seis) pontos para cada aluno premiado com medalha de bronze;  

d) 3 (três) pontos para cada aluno premiado com menção honrosa;  

13.3. Cada escola não poderá receber mais de um prêmio. A premiação das escolas é feita na seguinte ordem: Nível 3, Nível 2 e Nível 1. Uma escola premiada no Nível 3 não concorrerá a prêmios nos Níveis 2 e 1; e uma escola premiada no Nível 2 não concorrerá a prêmios no Nível 1.  

 
 

14. Dos Critérios de Desempate para Premiação dos Professores e Escolas 

                                                                                                                                 

14.1. Em caso de empate entre professores ou escolas, serão utilizados como critérios de desempate, nesta ordem, o número total de medalhas de ouro, o número total de medalhas de prata, o número total de medalhas de bronze, o número total de menções honrosas, o número total de alunos presentes e a melhor classificação nacional dentre seus alunos.  

 
 

15. Atribuições e Responsabilidades das Escolas Inscritas na OAM 

 

15.1. As escolas são responsáveis pela participação de seus alunos, devendo ser estimulada a participação do maior número possível de alunos.  

15.2. Serão desclassificados todos os alunos de uma escola que permitir que alunos não matriculados regularmente em seus quadros façam as provas como membros de seu corpo discente.  

15.3 O aluno, e/ou seus respectivos responsáveis, ao participar da OAM concordam em eventualmente ter seu nome divulgado na lista de classificados e na lista de premiados a ser disponibilizada no site da OAM, bem como autoriza o repasse pela OAM dos seus dados de contato para os responsáveis pela Olimpíada Brasileira de Matemática – OBM, que poderá convidá-lo a participar nesta olimpíada, de acordo com seus critérios de regulamento. Para maiores informações, consultar o regulamento da competição em www.obm.org.br

15.4. Cada escola deverá indicar, no momento da inscrição, o nome do responsável pela realização e acompanhamento da OAM em sua escola.  

15.5. As escolas devem se inscrever na página da OBMEP, fornecendo todas as informações solicitadas e cumprindo todas as exigências de inscrição dentro do prazo determinado no calendário. 

 
 

16. Atribuições do IM-UFAL  

 

16.1. O IM-UFAL, como responsável pela realização da OAM, terá as seguintes atribuições:  

a) Planejamento e organização do projeto.  

b) Correção das provas da Primeira e Segunda Fase e indicação de todas as premiações.  

c) Conservação das provas da Segunda Fase por um período de 4 (quatro) meses a contar da data da divulgação dos resultados. Após esse período, a Divisão competente poderá autorizar a reciclagem do papel das provas.  

d) Manutenção da página atualizada com informações sobre a OAM.  

e) Elaboração do Relatório Final dos resultados da OAM.  

 
 

17. Disposições Gerais 

 

Os casos de desempate em qualquer dos itens de premiação, bem como os casos omissos neste Regulamento serão decididos pelo IM-UFAL.